Estive a dar uma olhadela ao artigo do público online sobre as obras de renovação do Terreiro do Paço e embora concorde com muitas das ideias pretendidas para este espaço, custa-me o facto de não haver espaços verdes no projecto do arquitecto Bruno Soares. Sim, porque o Terreiro do Paço outrora era de terra batida e tinha árvores (daí a ideia descabida dos losangos cor de terra).

Ora vamos lá ver a  “evolução” fotográfica do Terreiro do Paço, onde as árvores dão origem a carros, os carros dão origem a losangos cor de terra e estes dão origem a piadas de mau gosto:

Panorâmica da praça do Comércio e enconsta do Castelo. 19... Fotografia de Paulo Guedes. Arquivo fotogr+afico de Lisboa

Panorâmica da praça do Comércio e encosta do Castelo. 19--. Fotografia de Paulo Guedes. Arquivo fotográfico de Lisboa

Praça do Comércio. Inicio do século XX. Fotografia de Joshua Bendiel. Arquivo fotográfico de Lisboa

Praça do Comércio. Inicio do século XX. Fotografia de Joshua Bendiel. Arquivo fotográfico de Lisboa

Arcadas do Terreiro do Paço e arco da Rua Augusta. 19xx.  Arquivo Municipal de Lisboa.

Arcadas do Terreiro do Paço e arco da Rua Augusta. 19--. Arquivo Municipal de Lisboa.

Praça do Comércio, panorâmica do parque de estacionamento. 195-. Fotografia de Salvador de Almeida Fernandes. Arquivo fotográfico de Lisboa.

Praça do Comércio, panorâmica do parque de estacionamento. 195-. Fotografia de Salvador de Almeida Fernandes. Arquivo fotográfico de Lisboa.

Projecto do arquitecto Bruno Soares.

Projecto do arquitecto Bruno Soares. 2009

Camisola de losangos com a estátua de D. José I

Piada de mau gosto: Camisola de losangos com a estátua de D. José I